Como Calibrar Seus Monitores de Estúdio

É possível argumentar que a parte mais importante da mixagem é o monitoramento. Se você não consegue escutar o que está sendo mixado de maneira adequada, a tendência é que a mixagem não seja adequada. Os monitores de estúdio, o tratamento acústico da sala e o estabelecimento da posição de mixagem são fatores críticos para garantir que suas mixagens sejam limpas e funcionem bem em outros falantes além dos do seu estúdio.

Calibrar seus monitores de estúdio tende a ajudar seus ouvidos a se acostumarem a um padrão de volume, o que permite que você escute com mais precisão em seu ambiente de mixagem. Além disso, é uma ótima maneira de preservar sua audição, como mostra este artigo do site Audio Hertz.

Quando se escuta em SPL constante, o cérebro consegue fazer julgamentos com mais precisão. Isso aumenta a velocidade na hora de decidir quando algum elemento precisa ser reduzido ou aumentado em volume, facilitando a mixagem em geral, pois ela não será enviesada por sua percepção de volume decorrente das curvas de Fletcher-Munson, que relacionam as frequências sonoras com suas respectivas amplitudes escutadas pelo ouvido humano.

Calibrar monitores é um processo que exige compreensão do volume que sai do DAW em relação ao SPL que sai dos falantes. Isso permite que você saiba quanto volume esperar (SPL determinado na calibragem) de acordo com algum referencial no output de seu equipamento de monitoramento (por exemplo, unity – 0).

Também é preciso garantir que os dois falantes estejam reproduzindo o mesmo volume de áudio de maneira precisa. Dois equipamentos eletrônicos nunca vão ser exatamente iguais, então somente estabelecer o volume das duas caixas ao mesmo valor não é o suficiente para garantir precisão e consistência entre os dois falantes.

Para realizar a calibragem, é necessário o uso de ruído rosa (pink noise, que consiste na reprodução de todo o espectro de frequências no mesmo volume de acordo com as variações da percepção auditiva humana – por isso, é a ferramenta ideal para vários tipos de medições acústicas, inclusive calibragem de falantes e de sala).

Calibrando seus monitores:

1. Reduza o volume dos dois falantes ao mínimo (seja no amplificador – se forem falantes passivos – ou na parte traseira de cada falante – se forem ativos)
2. Coloque o volume da sua interface de áudio em unity (volume 0 – sem adição ou redução de volume). Se sua interface não possuir marcação para unity, escolha uma posição desejada em que você gostaria de deixar o volume calibrado. Marque a posição exata no botão com uma caneta ou com fita.
3. Abra seu DAW e crie um canal. Adicione um “Tone Generator” e selecione a opção de reprodução de ruído rosa. A maior parte dos DAWs possui um “Tone Generator” nativo. Coloque o volume no “Tone Generator” em -18dBFS (se quiser mais headroom, utilize -20dBFS). Se você realizou corretamente o passo 1, você ainda não estará escutando som algum saindo de seus falantes. (A calibragem em -18dBFS acontece porque esse volume é considerado equivalente a 0 dBVU, que é o sweet spot para equipamentos analógicos)
4. Agora você vai precisar de um medidor de SPL como esse. Se você não possui um, é recomendável a compra – mas também é possível baixar um app de medidor de SPL no celular. Nesse caso, garanta que o medidor de SPL tenha uma escala C-weighted. Diferentemente da escala A-weighted, a escala C-weighted não corta as frequências graves e agudas que não são audíveis para seres humanos, o que a torna mais apropriada para motivos de calibragem. (O problema de se utilizar o celular para realizar medições de áudio é a questionável precisão dos microfones de celular)
5. Aponte o medidor de SPL bem no centro da posição de mixagem, onde sua cabeça tipicamente estaria. Garanta que o medidor esteja aproximadamente na mesma altura das suas orelhas.
6. Comece usando o pan para jogar o ruído rosa totalmente para a direita, de maneira que ele só saia do falante da direita. Comece a subir o volume dos falantes até que o medidor de SPL mostre um valor entre 78-85 dB (dentro desse alcance, é uma decisão arbitrária de qual volume se utilizar no dia a dia para mixagem). Meus falantes são calibrados em 80dB. Se você tem uma sala menor, e você se senta relativamente perto dos seus falantes, talvez seja sensato calibrar em um volume mais baixo. O renomado engenheiro de masterização Bob Katz gosta de calibrar em 79dB.
7. Agora use o pan para jogar o ruído rosa totalmente para a esquerda e repita o passo 6 com o falante esquerdo.

Agora você sempre terá uma referência de volume dos seus monitores de estúdio. Desde que você mantenha bons hábitos de gain-staging em suas mixagens, é garantido que você terá consistência nos volumes de monitoramento. Um passo extra para assegurar que o volume não flutue nas suas mixagens e anule o processo de calibragem é sempre usar um plug-in medidor de volume no canal master e garantir que o volume esteja dentro de um alcance aproximado de -17dBFS a -20dBFS.

Sobre Alberto Menezes

Alberto Menezes é engenheiro de áudio e músico formado pela Berklee College of Music em Produção Musical e Engenharia de Áudio, com complemento em Acústica e Eletrônica. Morou em Los Angeles por quase 3 anos, trabalhando em estúdios de pós-produção como engenheiro de áudio e escrevendo músicas para filme como freelancer. Em sua carreira, Alberto teve o privilégio de aprender sobre o funcionamento de grandes estúdios de Hollywood lado a lado a engenheiros de áudio nomeados ao Oscar, além de receber premiações independentes aos seus próprios trabalhos. Alguns dos projetos em que Alberto participou como engenheiro de áudio: La Casa de Papel, O Mecanismo, Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco, Evangellion etc.

Comentários (3)

  • luizffmOtta@gmail.com'
    LuIz Motta

    Olá, seguindo as orientações, se calibrar a caixa da esquerda em 80 db e depois a caixa da direita também a 80 db, se as duas caixas estiverem em
    fase a soma será de 6 db, então terá um spl de 86 db no total.

    • Alberto Menezes

      Olá Luiz, tem razão. O texto poderia ter sido mais claro com relação a isso. Não houve menção a uma medição do SPL com as duas caixas depois que as medidas individuais tiverem sido feitas. Na hora de calibrar as caixas individualmente, o ideal é medir 6 db abaixo do volume de mixagem desejado.

  • Comentários bloqueados.